IA vs COVID-19: Estas são as ferramentas e os serviços de IA que combatem o coronavírus

Ferramentas e serviços de Inteligência Artificial estão sendo usados ​​ou oferecidos por empresas de todo o mundo para ajudar a combater a pandemia de coronavírus.

No melhor cenário, em que a transmissão do vírus é massivamente mitigada, os pesquisadores do Imperial College London preveem que “ainda haverá 250.000 mortes em escala global e 1,2 milhões nos EUA”, resultantes do coronavírus. A análise do Imperial College London aterrou em Washington no fim de semana e diz-se que é a razão por trás dos EUA aumentarem sua resposta.

O primeiro-ministro britânico Johnson alertou que medidas adicionais no Reino Unido provavelmente serão introduzidas nos próximos dias e uma lei de coronavírus para poderes de emergência está chegando à Câmara dos Comuns. Assim como em tempos de guerra, tecnologias e experimentos sociais que, em circunstâncias normais, levariam anos ou décadas para serem testados e implementados, serão lançados em dias ou semanas.

A ASSISTÊNCIA DA INTELIGENTE ARTIFICIAL 

O supercomputador Tianhe-1 da China está oferecendo aos médicos de todo o mundo acesso gratuito a uma ferramenta de diagnóstico de IA para identificar pacientes com coronavírus com base em uma tomografia computadorizada. O supercomputador pode filtrar centenas de imagens geradas pela tomografia computadorizada (TC) e pode diagnosticar em cerca de 10 segundos.

A Alibaba Cloud lançou uma série de tecnologias de Inteligência Artificial, incluindo a Plataforma Internacional de Comunicação de Especialistas Médicos no aplicativo de colaboração e bate-papo corporativo do Alibaba Group, o DingTalk. A plataforma permite que o pessoal médico verificado em todo o mundo compartilhe suas experiências através de mensagens online e videoconferência.

Outra solução da Alibaba estima a trajetória de um surto de coronavírus em uma região específica usando um algoritmo de aprendizado de máquina baseado em dados públicos coletados de 31 províncias da China. Na China, possui uma taxa de precisão de 98%.

Para pesquisadores e instituições que trabalham duro para obter uma vacina, o Alibaba abriu sua plataforma computacional baseada em IA para acelerar a transferência de dados e o tempo de computação em áreas como a triagem virtual de medicamentos.

Vários dos principais players de nuvem na China – incluindo incluindo Baidu e Tencent – abriram partes específicas de suas soluções gratuitamente para o pessoal médico qualificado. Nos EUA, Microsoft e Google também fizeram o mesmo.

Todo o conjunto de dados abertos de pesquisa COVID-19 (CORD-19) foi disponibilizado no SemanticScholar e será atualizado sempre que novas pesquisas forem publicadas.

Embora as perspectivas ao redor do mundo sejam atualmente sombrias, algumas dessas ferramentas e desenvolvimentos baseados em IA oferecem um vislumbre de esperança de que possamos reduzir a propagação do vírus, melhorar o tratamento para os pacientes e, finalmente, destruir o coronavírus o mais cedo possível.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here